Mas o que é que te passou pela cabeça, sendo enfermeira, de te virares para as vendas? Se ganhasse dinheiro por cada vez que ouço isto, teria mais uns valentes euros na conta.

Quando comecei nem eu tinha noção da empreitada em que me estava a meter.

Comecei pelo desafio. Comecei porque o dinheiro dá jeito a toda a gente. Comecei porque, sendo enfermeira, para ganhar mais dinheiro podia ter um segundo emprego, como imensos colegas meus, mas passar mais horas fora de casa era algo que não me agradava, além do que preciso estar mais presente na vida familiar devido ao trabalho do meu marido. E, não vou negar, comecei porque me sinto muito triste com o rumo que a Enfermagem leva no nosso país, porque apesar de ter mais anos de experiência e mais formação, não levo mais dinheiro para casa, não sou reconhecida por fazer um bom trabalho e procurava realização profissional que não encontrava na minha profissão.

Comecei porque não tinha nada a perder!!!

Sou uma pessoa dinâmica, inteligente, que gosta de lidar com pessoas, que gosta de ensinar, gosta de organizar eventos, gosta de gerir equipa.

Este é o negócio ideal para mim. Não tive de me preocupar com posicionamentos no mercado, com estratégias de marketing, com distribuição de produto, com gestão de stocks. Tudo isso está montado numa máquina grande já com anos de funcionamento. Eu “apenas” pego nessa máquina como minha ferramenta e faço aquilo que sei fazer melhor: Inspirar e Formar!!!

O negócio serve para isto, para eu fazer o que fiz durante de anos, comprar com desconto e sem obrigações.

O negócio serve para isto, para vender e ganhar o lucro das minhas vendas e usar esse dinheiro para aquelas coisas de que me inibo normalmente de fazer para não sacrificar o orçamento familiar.

O negócio serve para isto, para criar o teu próprio negócio, com todo um background já montado e tu fazeres as coisas à tua maneira, à tua medida, criares uma equipa, contribuíres para o seu crescimento e desenvolvimento e ganhares dinheiro com o teu próprio negócio.

Eu também fui das que disse não.

Eu também fui das que disse que isto não era para mim. Eu também fui das que disse que não ia chegar a lado nenhum. Eu também fui daquelas que olhou para os patamares altos e disse que achava impossível lá chegar.

Um dia decidi mudar isso!!!

Não o fiz sozinha, procurei ajuda de profissionais que percebem do negócio (nossa coach Catarina Louçada tem muita responsabilidade nisto), estudei muito sobre marketing digital. Desafiei-me todos os dias a quebrar preconceitos, a ser eu mesma, a superar-me.

Sim, valeu a pena, com as pessoas certas, vale a pena!



Would you like to…?

Use the Divi Builder…

to design your pop-up!

Donec rutrum congue leo eget malesuada. Curabitur non nulla sit amet nisl tempus convallis quis ac lectus. Cras ultricies ligula sed magna dictum porta. Curabitur aliquet quam id dui posuere blandit. Proin eget tortor risus.